terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Marta Viaja





-  Horas desconfortáveis dentro do carro. Sacolejos desconjuntantes na estrada de barro. Por fim, chega-se ao ‘paraíso’. O assoalho reluzente trocado por terra, grama e lama. A king Size por um colchonete mofado. A cobertura por uma minúscula barraca azul. A artística porta de mogno entalhada por um orifício controlado por Zippers. O closet por uma insuficiente mala, contendo roupas amassadas. O banho de espumas por uma fria bica coletiva, com sapos e sangue sugas Bigbrotheando. Tratamentos de pele por empolações alérgicas. Banquetes por sanduíches, companhias agradáveis por mosquitos, e o pior, banheiro por... mato! Definitivamente, George, Acampar não é o meu forte!

 

- Desculpe, amor D:

4 comentários:

Borba disse...

Concessões, afinal.

Vaso de Planta disse...

Isso não foi, absolutamente, semiautobiográfico. Acampar é o que há.

Flor disse...

WTF?? o.Õ'

Alex disse...

Pague royalties pelo emoticon D: