sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

COMBO+DUO POSTS DE NATAL ATRASADOS

(O blogspot estava com problemas e não consegui postar isso antes, então viajem no tempo com Marty McFly e finjam que estão em Novembro ou nada disso fará sentido)

NATAL NON SENSE

Estamos em Novembro e daqui a pouco em Dezembro e aquela musiquinha polifônica irritante já começa a invadir o som ambiente: É Natal.

Pois é, o Natal está chegando, a época mais non-sense do ano. Por que o Natal é non-sense?

#1 –  COMEMORA-SE O ANIVERSÁRIO FORA DA DATA
No Natal comemora-se o nascimento do menino Jesus. Só que Jesus não nasceu em 25 de Dezembro, ele nem ao menos nasceu em Dezembro (e há quem ache que ele nem tenha nascido) [aprofunde-se a respeito aqui]

#2 – O GAROTO PROPAGANDA DO NATAL, PAPAI NOEL
Papai Noel é o símbolo do Natal. Além das musiquinhas monofônicas irritantes o bom velhinho está em todo lugar. 
a) O GLAMOUR DO PAPAI NOEL - Imaginando hipoteticamente que Jesus, o cristo, aquele cujo nascimento separa os anos em a.C. e d.C., de fato nasceu em 25 de dezembro e por isso comemora-se seu nascimento, qual, eu me pergunto, QUAL É A COLÉ do velhinho gordinho barbudo vestido de cetim vermelho e gorrinho com frufru? Observe a whatafuckinhellzisse da situação: é um velhinho gordinho. Ok, velhinhos gordinhos são brothers. Se tiver barba, será um velhinho gordinho true. Até aí tudo bem. Seria legal se ele vestisse uma calça marrom com suspensórios, ou bermudinha com sapatinho com uma meia bôco-môco. Mas, por que, POR QUE uma roupa de CETIM VERMELHO, com MARABUS nas extremidades, combinando com um gorro igualmente vermelho-acetinado com uma BOLINHA DE FRUFRU na ponta? Sem esquecer o blush nas bochechas, que o faz parecer um nobre absolutista francês andrógeno (assim como o velhinho da Quaker). 
b) A PROFISSÃO DO BOM VELHINHO – esse tão exótico ser tem por profissão passar o ano na função de engenheiro-coordenador de uma fábrica de brinquedos no pólo norte utilizando mão-de-obra duende (oi?). Aí uma vez por ano, na madrugada de 25 de Dezembro ele roda o mundo inteiro em um TRENÓ VOADOR PUXADO POR RENAS VOADORAS (uma delas com o nariz vermelho) entrando por chaminés para deixar presentes para as crianças dentro de sapatos e meias.
Isso pode parecer muito normal na sua cabeça porque fizeram uma lavagem cerebral em você quando você era pequeno (talvez tenham feito uma estomacal também, caso você tenha sido uma criança levada e engolido uma moeda) mas visualize isso e veja o quão absurdo isso é. Não é absurdo pelo fato de ser o que é (fantasiar faz parte da vida), mas qual a relação disso de um bebê que nasceu de sua mãe virgem (aham, senta lá, José) num estábulo no Oriente Médio? Quer dizer, Jesus nasceu no meio de cabritos, ovelhas, talvez umas vacas, uns burricos, mas renas? Garanto que ele não viu nenhuma em toda sua vida. Também não sou muito ligada na moda de Jerusalém dos anos 0 – 33 d.C, mas acho que nenhum dos homens andava vestidos de cetim vermelho com gorro de frufru. E se contassem a Jesus que viram um trenó voador com certeza acharia que era obra do Satanás (ou que ele devia parar de transformar água em vinho porque o bicho tava pegando).

--------------------------------------------------------------------------------------------

NATAL NO BRASIL


O Natal tem tudo a ver com o Brasil. Seu símbolo máximo, a árvore de Natal, o pinheiro, é uma árvore nativa abundante em todo território, tanto no litoral quanto no interior, sendo a floresta amazônica detentora da maior concentração de pinheiros do mundo. Fica mais característico ainda quando a árvore de natal está salpicada de branco, representando a neve, que cai bastante em Dezembro, principalmente no nordeste do país. Também as músicas encantadoras, em especial Jingle Bells, uma bela música cantada na nossa língua oficial (desculpem-me por estar escrevendo esse texto em português). Ah, e a ceia, quantas comidas típicas! Tender, Chester, nozes, comidas com passas em geral. Todas preparadas com ingredientes brasileiros. A melhor hora é a hora em que troca-se presentes, de forma amável e carinhosa entre familiares e amigos, representando dessa forma a paz e a prosperidade reinantes no nosso amado país.

------------------------------------------------------------

Pronto, podem voltar ao dia de hoje. Tentei todos os dias desde Novembro postar esse post e se eu conseguir hoje, 24 de Dezembro, é porque é Natal e os duendes deram duro para apagar o incêndio da Oi. O Acarajé de Natal deseja a todos vocês 5 leitores do Vaso de Planta boas festas, muitos presentes, muitas luzes boniiiitas (principalmente as azuis, elas são tão hipnotizadores o.o), comam comam comam realmente muito e usem camisinha na proximidade de espíritos santos!



4 comentários:

Rafiki disse...

O acarajé de Natal é uma figura cativante.

Hey,Santa!

Funny disse...

Tem uma explicação "lógica" para o Papai Noel: Pesquisa sobre o São Nicolau (acho que é esse...). O que temos agora é fruto das conspirações da Coca-Cola, que adotaram o Santo e o travestiram de figura simpática, roliça e vestida de vermelho (que "coincidentemente", desperta no psicológico vontade de comer). E tem que ser do Pólo Norte pra associar com os famosos ursinhos polares cuti-cuti-fofinho que eles sempre usaram! :D

Mas o acarajé de Natal tá rox! o/

Totó disse...

A brother está certa quando ao papai noel. Tanto q ele tem as cores da coca cola (vermelho preto e branco)

O resto, são agregações á lenda.

eu ia falar mais alguma coisa, mas esqueci.

Paulinha disse...

Perlustrando concatenações lógicas, depreende-se que personagens lendários existem.